CARTAS DOS LEITORES DO BLOG


Nesta sexta-feira (11/01), criei este espaço com algumas cartas bem redigidas e selecionadas pelos nossos leitores. Semanalmente recebemos dezenas de cartas e vídeos manifestando reivindicações aos municípios, protestos contra política estadual e nacional. Atendendo ao desejo de nossos leitores, reproduzimos a seguir na íntegra, cinco cartas devidamente assinadas:

  • Obra mal feita no Parcão

“Chico, caminho pelo Parcão e me espantou com a porcaria que fizeram lá “arrumando” as pedras soltas da volta do parque e colocaram areia e cimento, ou seja, areia com cheiro de cimento. Tanto que questionei os encarregados sobre o nosso dinheiro sendo colocado para arrumar uma coisa que já estava soltando, pois era areia pura e o que me responderam que tinham ordens de fazer daquele jeito, mandaram eu falar com o secretário de Obras. Liguei para o Paulão e ele me disse que o responsável era o Pinho. Me disse que entraria em contato com ele pra falar sobre meus questionamentos, porém, até agora nada, e o serviço está lá muito mal feito. Descaso total com nosso dinheiro! Pois tenho certeza que pagaram para a execução da obra para fazer um serviço de primeira e não de quinta como foi feito! Se aqui no centro acontece assim, imagina no resto? E o que podemos fazer?” (Fátima Nunes, leitora)

  • Cobrança do IPTU e esgoto

“Todos estão indignados com a cobrança de IPTU, também não é para menos. Como estou em fase de regulamentação da minha construção paguei o IPTU que bate quase 5 mil reais. O que me indigna ainda mais que desde o dia 24/12/17, passou a voltar o esgoto na minha garagem e em meu escritório, onde trabalho há mais de 10 anos.

Nesta data (24 de dezembro), estava viajando e me ligaram que havia 10cm de esgoto neste local. A senhora que faz limpeza foi e limpou. Pois bem, voltei de viagem dia 04/01/18 e para minha surpresa havia chovido dia 03/01/18 e novamente havia entrado esgoto.

Fui até a prefeitura no dia 05/01/18, na secretaria de obras, e falei com um funcionário que me atendeu muito cordialmente e garantiu que viriam no endereço para verificar sobre o assunto o mais breve possível.

No dia 08/01/18, entrei em contato por telefone com um funcionário que seria um encarregado, que também me atendeu com todas as gentilezas com outro funcionário que seria um encarregado da Secretaria, novamente este me garantiu que na terça-feira viria no endereço para verificar e trazer o caminhão para passar um jato na tubulação do esgoto na rua. Nada foi feito.

No dia 10/01/18 novamente tentei ligar para a pessoa encarregada sobre o tal do caminhão jato, mandei mensagem pelo WhatsApp alertando que iria chover. A mensagem foi lida, mas não obtive resposta. Tentei ligar, mas ninguém atendeu. E choveu na tarde de terça-feira (10/11) e novamente o esgoto voltou e inundou meu escritório e fica a pergunta: é isto que recebemos de retorno pelos impostos e taxas cobradas pelo ente público?

Estou muito indignado a ponto de precisar me controlar para não cometer uma besteira. Então por quê prometer se não vão resolver? É aí prefeito, tu é a autoridade máxima no nosso município?”. (Arlindo Miguel Hendges, morador da Alexandrino de Alencar, Morada do Vale I)

  • Museu Agostinho Martha

“Lamento que nossa prefeitura não realize concurso para profissionais com expertise a fim de bem utilizar o acervo do Museu Agostinho Martha (restaurando também aquele estranho espaço com o que está ali exposto). A finalidade da existência de um museu é compreendida pelo tripé: Conservação, Pesquisa e Exposição. Mas sem contar com uma equipe com técnicos especializados (historiador, arquivista, conservador, educador, museólogo, etc) esse tripé não funciona. Nossa história, memória e patrimônio se deterioram”. (David Kura Minuzzo, museólogo)

  • Aumento abusivo do IPTU

“O Partido Democrático Trabalhista/PDT de Gravataí, considerando o relevante aspecto social e político envolvido na cobrança apresentada no IPTU 2018, vem a público manifestar-se, nos seguintes termos:

Conforme relatos de inúmeros contribuintes, o valor do IPTU apresentou um aumento real inesperado, refletindo na taxa de lixo. O executivo municipal, em nenhum momento, informou que realizaria qualquer espécie de reajuste, desprezando e desrespeitando os cidadãos de Gravataí.

A Prefeitura Municipal de Gravataí omitiu a informação da população, e não realizou nenhuma publicidade prévia, o que não se justifica já que o governo gasta milhões em publicidade. O PDT disputou as eleições municipais apresentando uma alternativa ao atual governo, uma alternativa que parte do diálogo franco, verdadeiro e democrático com os cidadãos de nossa querida cidade.

Cada situação envolvendo o aumento do IPTU deve ser analisada individualmente. Colocamo-nos à disposição de qualquer contribuinte para sanar eventuais dúvidas, assim como estamos estudando medidas coletivas, enquanto Partido. Nossa bancada de vereadores permanece vigilante na fiscalização do executivo municipal. Renovamos nosso compromisso e lealdade com Gravataí, seus cidadãos e suas cidadãs, certos de que dias melhores virão. Continuamos nossa luta por um cidade melhor e mais humana para todos e todas”. (Nota oficial da Executiva do PDT de Gravataí)

  • Caos institucional no cenário nacional

“Não sei se me divirto, ou choro, mas o cenário está inquietante, na mídia adestrada e corrompida por interesses diversos, vejo as notícias com sentimento desolador, a gasolina tem alta semanal, mas o Rio Grande do Sul tem um dos maiores preços do País , devido à os altos impostos , os veículos com mais de 20 anos terão que pagar imposto, o gás GLP, tem alta mensal, mas a pérola da semana, está nos veículos que terão que fazer vistorias bienais, sob a cortina da ótica da segurança ou emissão de poluentes , com as estradas brasileiras em situação de penúria esburacadas, quanta hipocrisia , mas sabemos quem vai pagar a conta o povão como sempre.

Além desta pérola temos o Comentário do Senhor General Mourão, que culminaram com sua destituição do cargo na Secretaria em Brasília –DF. Este notável oficial General vai para Reserva Remunerada em Março de 2018, certamente com possibilidades, de um cargo eletivo nas eleições de 2018.

Outro fato foi o julgamento no STF, sobre a imunidade parlamentar de Deputados Estaduais e suas prerrogativas como fórum privilegiado, o julgamento foi uma das páginas de um espetáculo mais medíocres de uma Suprema corte, já que este assunto deveria ser fulminado com uma decisão oportuna e soberana. Poderíamos relacionar incontáveis e diversos fatos como os espetáculos pirotécnicos diários da Câmara Federal, ou do Senado, que mais parece da antiga Roma.

Nesta esteira não consigo entender em minha ignorância, sobe produtos como, óleo diesel, gasolina, GLP, energia elétrica, cesta básica, e outros, mas o governo informa queda no juros, taxa Selic, cartão de credito, menor inflação registrada e outros, que pais é este.

Temos um governo de Robin Hood, que tira dos pobres e distribui para os ricos, estamos no fundo do poço no limite de ultrapassar o respeito pela dignidade humana. Isto posto para encerrar, diante da sede de arrecadar do Estado Brasileiro, que beira as histórias medievais, onde a luz elétrica para subir temos a bandeira vermelha, e outras maquiagem mil, com este cenário que beira um caos instalado velado, só temos um caminho a seguir nobre Repórter Chico , manter o estado democrático de direito, o império da constituição , a segurança jurídica , o respeito às leis , o fortalecimento das instituições democráticas , o patriotismo real , o fortalecimento da Família e da Sociedade Civil Organizada.

Neste cenário atual, que Deus ilumine os pensamentos das Autoridades constituídas em suas decisões e a População Civil a serenidade bom senso e paz no coração dos Brasileiros, dias difíceis se aproximam, onde temos que manter a paz e o entendimento sempre a gentileza e o bom senso devem permear nossos atos”. (José Frademir Lemos, Cidadão de Gravataí)

Concluo: Reclamação é algo normal quanto aos serviços públicos, sempre foi assim e, sempre será. O importante é atender o contribuinte com educação, clareza acolhendo suas sugestões e reivindicações com um diálogo produtivo e verdadeiro para as partes. O que não pode é ficar passando a bola um para o outro , de uma secretaria para outra, sem tomar providências. 

*Isso é fazer a política antiga.